A Raiva segundo a Medicina Tradicional Chinesa (MTC)

Para a medicina tradicional chinesa, raiva em excesso é o motor primário de desarmonias no organismo humano, é fator desencadeante para surgimento de dores e doenças.

Sentir raiva não é de um todo ruim, o ruim é permanecer ou carregar essa emoção em excesso diariamente e por longa data.

De acordo com a teoria dos 5 elementos o sentimento de raiva pertence ao elemento Madeira, também pertencentes a madeira estão o órgão fígado, a víscera vesícula biliar, os olhos e os tendões.

Quando tocamos no assunto fígado a coisa fica séria não é mesmo? O povo chines conhece de longa data a importância de cada órgão e víscera que compõe nosso organismo, porém para eles o fígado recebe um destaque e é conhecido como o órgão general.

O tema desse artigo é a raiva mas não seria possível falar de raiva se não falasse de fígado ou então da víscera ligada a ele, a vesícula biliar, quero trazer a conhecimento popular os conceitos dessa íntima interação entre sentimentos e estruturas do corpo humano.

Vamos lá então

Após essa breve introdução em que foi exposto a você caro leitor os nomes de órgãos, emoções e elementos, vamos partir do princípio.

A Madeira é um dos 5 elementos na teoria da MTC  e o elemento madeira está ligado à vida, ao nascimento, ao crescimento, ao desenvolvimento, e assegura o livre fluxo do Chi (energia vital).

Este é o setor onde a energia vital sobe, cresce, ocupa espaço, procura abrir caminho para obter um lugar ao sol, exatamente como uma árvore que brota na primavera.

De forma poética a teoria dos 5 elementos vem nos dizer que a madeira é quem mantém a roda da vida funcionando, é quem nos dá motivação de seguir em frente. Promove o desenvolvimento e o crescimento  de nossa energia frente a vida.

A energia bem nutrida na madeira é passada para os demais elementos e seus órgãos e vísceras anexados. Agora vamos fazer a ligação com a raiva.

Se a raiva domina, o fígado sofre, é porta aberta para problemas hepáticos, os olhos ficam vermelhos, sinal de intoxicação do fígado, até existe a expressão “os olhos vermelhos de raiva”, notem a profundidade desses conceitos e a extraordinária correlação dos fatos.

A raiva também ataca a vesícula biliar, facilita o surgimento de pedras na vesícula e outros problemas. Esta víscera segundo a MTC é responsável pelo sono, ou seja, uma vesícula biliar que sofre promove o surgimento de distúrbios do sono como insônia, sono não reparador, pesadelos, terror noturno entre outros.

Os tendões também sofrem com a raiva. Sabemos que movimentos repetitivos nas atividades de trabalho promovem as famosas tendinites ou bursites, porém nem todos os trabalhadores submetidos aos mesmos movimentos repetitivos adquirem tais problemas.

O fator determinante nessa receita pode ser a adição da raiva (estresse) junto aos movimentos repetitivos. Em uma breve entrevista com meus pacientes com queixas de tendinites ou bursites, fica claro a presença dessa emoção de forma descontrolada em suas vidas.

O que podemos entender de tudo isso?

A Raiva descontrolada ataca a Madeira e esta por sua vez é responsável por transmitir energia aos demais elementos e seus respectivos órgãos e vísceras. Resultado é a desarmonia do organismo como um todo, a longo prazo gera pane geral nos aspectos físicos, emocionais e mentais.

O autoconhecimento é fundamental e o caminho oferecido pela MTC é simples e objetivo, comece uma auto análise sobre a intensidade e os efeitos da raiva em sua vida, se necessário procure maneiras de amenizar esses efeitos e viva com maior harmonia.

Aprenda mais sobre o assunto clique aqui 

image

Anderson B. Alonso

Fisioterapeuta, Massoterapeuta, Acupunturista, Terapeuta Holístico e Reikiano nível 3A, é criador do blog Visão Holística, trabalha com Terapias Complementares desde 2008.

 

8 Comments on "A Raiva segundo a Medicina Tradicional Chinesa (MTC)"

  1. amei,sou massoterapeuta e me encaixo exatamente na madeira kkkkkk

  2. MARIA AMELIA XAVIER DE ALMEIDA XAVIER DE ALMEIDA | 13/08/2016 at 11:14 | Responder

    Muito bom!

  3. Venho passando muita raiva há algum tempo por problemas pessoais e aqui estou eu com problema no fígado, mais precisamente Ascite, internada, fazendo vários exames pra saber a causa de tudo, tenho certeza que o que desencadeou tudo isso foi meu emocional.

    • Anderson B. Alonso | 12/03/2017 at 23:52 | Responder

      Olá Marcia, obrigado por seu comentário, torço por sua total recuperação e também para que a Raiva que vem sentindo seja dispersada para que seu organismo não sofra mais. Saúde e Paz.

    • DEUS ABENCOE

  4. Vera Cristina Dainese | 16/03/2017 at 00:01 | Responder

    Nossa!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Estou assim, preciso me controlar!!!!! Rápido.

  5. josé carlos kammer | 05/11/2017 at 22:29 | Responder

    Muito bom seu material sobre a raiva. Estou assim mesmo, andei raivoso demais e agora meu figado tá cobrando o preço. Então, se o antidoto é a paciencia, vamos la. Vou experimentar todo o dia a paciencia com tudo. Muito obrigado

  6. sim bom

Deixe uma resposta