A Acupuntura contra Depressão

Sempre que se toca nesse assunto surgem mais dúvidas que soluções, novas questões que pontos finais, no entanto posso adiantar, a acupuntura tem um grande potencial complementar no tratamento da depressão, isso é um fato comprovado cientificamente.

Existem vários e vários artigos científicos sobre o assunto, cada um mostrando um resultado diferente frente os efeitos da acupuntura no tratamento da depressão, mas porque isso acontece?

Essa discrepância de resultados talvez pode surgir devido o olhar crítico e analítico da ciência que tenta randomizar os métodos, tirando a autonomia do terapeuta em ajustar ou mudar condutas, visto que somos seres altamente voláteis, mudamos o tempo todo e na maioria das vezes não nos damos conta disso.

Vários estudos comprovaram que a acupuntura foi mais eficiente que a droga Fluoxetina, droga esta que se encontra vastamente disseminada na sociedade mundial. Outra droga comumente testada com a acupuntura é a Amitriptilina, e novamente a acupuntura se mostrou eficaz não só no combate a depressão mas também contra distúrbios do processo cognitivo e controle da ansiedade muito presentes nos quandros de depressão.

As teoria da medicina tradicional chinesa nos dizem que a depressão afeta os órgãos Zang, o Coração é responsável por proteger o “Shen” (mente ou espírito), que corresponde as respostas emocionais sobre as influencias sofridas minuto por minuto no dia.

Outros órgãos também são afetados, no caso do Baço por motivos de preocupação e ansiedade, já o Fígado sofre pela mágoa e raiva e nesse momento a pessoa já se encontra geralmente num quadro energético rebaixado.

No entanto os órgãos que mais sofrem num quadro depressivo são os Pulmões e o Intestino Grosso, muito comum pacientes depressivos desencadearem pneumonias ou distúrbios intestinais severos.

Para a MTC (Medicina Tradicional Chinesa) a depressão assim como qualquer outra doença deve ser observada de forma holística, o paciente se configura como um todo complexo que deve ser analisado sobre todos os aspectos que um olhar clínico permite.

Suas queixas são tratadas de forma objetiva, indo na causa primaria dos fatos, tratando desarmonias entre Yin e Yang, equilibrando os Zang Fu e Harmonizando o Chi para que tudo funcione bem e isso tudo sem gerar sobrecarga em órgãos e estruturas.

Este artigo não faz apologia ao abandono dos medicamentos alopáticos, isso seria negligenciar os avanços científicos benéficos a sociedade, apenas vem dizer que a acupuntura assim como outros tantos métodos da MTC podem ser grandes complementos na recuperação da saúde.

Cada vez mais adeptos nos procuram para tratamentos naturais com a MTC afim de acelerarem os resultados de seus tratamentos, buscando saúde e harmonia com sigo mesmos, cabe a nós terapeutas trabalharmos com afinco e responsabilidade afim de propagarmos mais e mais as maravilhas conseguidas junto aos nossos pacientes. Gratidão por ler.

Veja mais sobre MTC hoje por R$29,90, Clique

 

Anderson B. Alonso

Fisioterapeuta, Massoterapeuta, Acupunturista, Terapeuta Holístico e Reikiano nível 3A, é criador do blog Visão Holística, Mora e Atende em Franca e região, trabalha com Terapias Complementares desde 2008.

 

 

Be the first to comment on "A Acupuntura contra Depressão"

Deixe uma resposta